A complexa relação entre couro e sustentabilidade

Para conseguir neutralidade climática, temos de começar pelo início. Repensar e refazer. Explorar, desenvolver e comparar. Ao escolher materiais e como trabalhar com eles, a sustentabilidade deve estar em primeiro lugar. Não pode ser alcançada numa fase posterior do processo; tem de ser garantida desde o primeiro passo.

Mas vamos por partes. Em primeiro, o que pode ser considerado um material sustentável e como é que se define? De acordo com a Rutgers, um material é sustentável se "puder ser produzido nos volumes necessários sem esgotar os recursos não renováveis e sem interromper o equilíbrio estável estabelecido do meio ambiente e dos principais sistemas de recursos naturais".

Algumas indústrias têm muito a fazer em termos de sustentabilidade. Outras, como a moda, estão a mostrar o caminho. Muitas empresas da esfera da moda estão a explorar, desenvolver e usar materiais novos e sustentáveis nos seus produtos, como é o caso de algas, micélio e catos.

Um material manteve-se uma constante ao longo dos anos, tanto na indústria da moda como na automóvel, devido às suas credenciais inerentes de qualidade e funcionalidade: o couro. Mas a necessidade de substituir o couro por uma opção mais sustentável é mais evidente do que nunca, devido aos riscos de violação do bem-estar animal, poluição ambiental, emissões climáticas e a uma população crescente de veganos. Portanto, os materiais semelhantes a couro estão a tornar-se rapidamente mais populares, havendo mais de vinte tipos diferentes de alternativas ao couro disponíveis no mercado, atualmente. Algumas são feitas de materiais naturais como ananás, cogumelo e casca, ao passo que outras, tais como PVC, microfibras e PU são feitas à base de plástico.

"Na Polestar, estamos muito atentos aos desenvolvimentos de novas alternativas ao couro", afirma a Responsável pela Sustentabilidade, Fredrika Klarén. "Infelizmente, neste momento, estes materiais não são adequados para os bancos dos veículos, pois não atendem aos nossos requisitos exigentes de durabilidade, uso e desgaste. A indústria da moda tem outras oportunidades de testar estes materiais desde uma fase inicial, pois os requisitos de qualidade e vida útil dos seus produtos são diferentes dos nossos. No entanto, estamos a adicionar materiais mais inovadores ao nosso portfólio e a analisar uma alternativa sustentável ao couro, para quem sabe um dia a implementarmos nos nossos veículos.".

Embora o mercado de materiais de origem vegetal esteja a florescer (trocadilho intencional), ainda é evidente que as alternativas ao couro da melhor qualidade ainda não são tão duradouras como o couro genuíno, que é natural, resistente, adaptável e respirável. E, com os devidos cuidados, pode até durar uma vida inteira.

De acordo com um relatório de moda consciente da autoria do motor de busca de moda Lyst, o couro vegano tem cerca de 33.100 pesquisas mensais online, um número que continua a crescer. Refere também que a procura de couro vegano ecológico também ganhou popularidade, o que sugere que os consumidores estão a tornar-se mais conscientes do facto de que ser vegano não significa necessariamente ser sustentável.

"Na indústria automóvel, fala-se em usar o PVC como uma alternativa vegana ao couro", explica Fredrika Klarén. “Mas uma mudança completa do couro genuíno para uma opção à base de plástico aumentaria o uso de PVC, o que levaria a efeitos negativos no meio ambiente, tanto no fabrico como no final da vida útil".

"Embora continuemos a trabalhar para encontrar uma alternativa ao couro, tal como a indústria da moda fez, optamos por usar este subproduto de alta qualidade da indústria alimentar", acrescenta. "É rastreável e tem aprovação de bem-estar animal, sendo a opção mais sustentável  atualmente disponível para nós".

A sustentabilidade começa desde o início. As etapas cinco e seis no processo de fabrico de um produto não serão sustentáveis se a primeira não for. É por isso que usar, desenvolver e explorar novos materiais, que sejam sustentáveis ao longo de todo o seu ciclo de vida, é o único caminho a seguir.

Relacionado

Polestar 0 project.

Projeto Polestar 0: iniciar e terminar com zero

A indústria automóvel precisa de uma renovação completa. Nós temos a missão de descobrir o que ainda podemos desenvolver e o que tem de ser eliminado. Porque, a nosso ver, o novo começo da indústria automóvel inicia e termina com zero.

Mantenha-se a par das novidades da Polestar.

As nossas newsletters são um concentrado das últimas novidades da Polestar: notícias, eventos, informações de produto e muito mais.

Subscrever
Polestar © 2023 Todos os direitos reservados
Advertência jurídicaÉticaPrivacidadeCookiesDeclaração de acessibilidade
Alterar localização: