Projeto Polestar 0: o grupo de trabalho

A verdadeira mudança parece ser sempre um obstáculo intransponível. Mas se for necessária, temos de encontrar uma maneira. Como, por exemplo, trazer a indústria automóvel para um futuro neutro para o clima. Porque como se costuma dizer: parece sempre impossível até estar feito.

Text on a white Polestar 2 saying Polestar 0 project

Mas a Polestar não foi desenvolvida por gente passiva. Fomos construídos por gente que desafiou as convenções, dedicada a tornar possível o impossível. E esta convicção também nos ajudará a realizar o projeto Polestar 0, o nosso objetivo de criar o primeiro automóvel verdadeiramente neutro para o clima até 2030, tal como anunciado no início deste ano.

Verdadeiramente neutro para o clima significa que não vamos depender de qualquer compensação, mas sim reduzir as emissões ao longo da cadeia de abastecimento e produção e, desta forma, mudar a forma como os automóveis são fabricados.

Porém, atingir a neutralidade climática total ao longo de toda a cadeia de valor é um desafio sem precedentes para um produto tão complexo como um automóvel. Um grupo de trabalho interno está a funcionar sob a liderança do engenheiro e veterano no setor automóvel Hans Pehrson, colocando-o mesmo no centro do nosso esforço de I&D.

O projeto foi dividido em três fases, que culminam com o nosso objetivo de 2030. A primeira fase, em que os preparativos estão bem encaminhados, envolve o lançamento de um convite aberto à investigação e colaboração. Este apelo global não se dirige apenas a fornecedores, mas também a empresários, inovadores, investidores, universidades, investigadores, autoridades e consumidores em geral.

Além disso, o grupo de trabalho está também a concentrar-se na criação de colaborações para encontrar conjuntamente todas as fontes, até ao mais pequeno componente, de CO2e em toda a cadeia de abastecimento. Cada passo, desde a extração de materiais (ou fonte reciclada) até à entrega de veículos, tem de ser avaliado com base na disponibilidade imediata de soluções ou se é necessária mais investigação.

"A ação climática é uma questão de colaboração" defende Hans Pehrson. "A obtenção de produtos modernos e neutros para o clima é um imperativo absoluto para o nosso futuro. Os automóveis são complexos, consistem em dezenas de milhares de componentes e dependem de camadas intrincadas de fornecedores e subfabricantes. Tornar o automóvel neutro para o clima é, portanto, não só um desafio extremamente importante mas também um desafio extremamente difícil. Compreender e aceitar o desafio é o primeiro passo, chegar até ao fim vai exigir que colaboremos de formas inéditas. Esta não é uma missão a solo."

O convite para a investigação deve ser acompanhado por engenharia avançada e desenvolvimento de produtos de ponta.

O projeto Polestar 0 é o maior desafio que poderíamos lançar a nós próprios. E será ainda mais difícil à medida que nos aproximarmos de zero. Mas em vez de se fixar nos obstáculos, a indústria deveria olhar para o risco de não ter objetivos mais difíceis e recordar que parece sempre impossível até estar feito. Não vamos desperdiçar nem mais um minuto.

 

Relacionado

Polestar Precept: De Conceito a Veículo, episódio 8

Para evoluir, é preciso avaliar primeiro. Os veículos designados como Attribute Prototype são testados para avaliar como funcionam os diferentes componentes e a forma de poderem ser melhorados.

Mantenha-se a par das novidades da Polestar.

As nossas newsletters são um concentrado das últimas novidades da Polestar: notícias, eventos, informações de produto e muito mais.

Subscrever
Polestar © 2022 Todos os direitos reservados
Alterar localização: