Muito mais para além dos componentes: BST edition 270

Trabalhar com outros apresenta um amplo conjunto de vantagens. A partilha da especialização, as lições retiradas e a criação de produtos que nunca seria possível criar caso trabalhássemos sozinhos. O Polestar 2 BST edition 270 é um desses produtos. Um projeto de paixão que chega até si pela mão dos melhores no setor.

Polestar 2 BST edition 270 at Circuito Ascari

Encaixado nas colinas da Andaluzia, o Circuito Ascari estende-se por 5,4 km e tem muito para oferecer aos condutores, desde chicanes que fazem subir a adrenalina até vistas panorâmicas das paisagens do interior de Espanha. Convidámos os nossos parceiros Öhlins, Brembo e Pirelli para fazerem um test drive no famoso Circuito Ascari do Polestar 2 BST edition 270: a edição limitada do nosso Polestar 2, criada para superar os limites da performance elétrica.

Os esforços combinados dos nossos parceiros possibilitaram o BST edition 270. Ao longo da semana, tivemos a oportunidade de nos sentarmos com os seus representantes e conversarmos sobre o que torna única a colaboração com a Polestar.

A Brembo é líder mundial de sistemas de travagem. Traz-nos a especialização técnica e a experiência, fornecendo sistemas de travagem para a Fórmula 1 e a MotoGP, para além da indústria automóvel em geral. Apesar do histórico no fornecimento de travões para veículos com motores de combustão interna, a Brembo reconheceu a mudança para o elétrico. Uwe Hein, Diretor do departamento System Sales and Marketing da Brembo, observou que o trabalho com a Polestar se caracteriza pelo foco na sustentabilidade e no design. "Desenvolvemos pinças e discos de menores dimensões que exigem menos matéria-prima", explica. "Este foco na sustentabilidade corresponde ao etos da Polestar". Mas o grande desafio de trabalhar com o BST edition 270 foi a conceção da pinça do travão. "Era importante porque a pinça colorida é uma peça com grande visibilidade", afirma Uwe Hein. A Brembo acabou por fornecer uma pinça de travão dourada que, nas palavras do diretor, "associa beleza italiana a design sueco".

01/04

Há mais de 40 anos que a Öhlins tem fornecido a indústria automóvel com tecnologia de suspensão de elite. Para além da colaboração com a Yamaha, a Ducati e a BMW, é possível encontrar os seus amortecedores no Pack Performance do Polestar 2 e, evidentemente, no BST edition 270. Henrik Schiölde, engenheiro de I&D da Öhlins, realçou o longo historial partilhado pela Öhlins e a Polestar. Desde o início que a Öhlins fornece aos nossos automóveis os seus amortecedores de classe mundial. "Conhecemo-nos mutuamente muito bem, o que torna o trabalho muito mais fácil", afirma Henrik Schiölde. "Estabelecemos relações pessoais muito fortes, e há situações em que um aperto de mão ou um simples telefonema chegam para arrancar com um projeto", acrescenta com um sorriso. Quando lhe perguntámos sobre o que separa a Öhlins dos seus concorrentes, o engenheiro destacou o entusiasmo e a curiosidade dos colaboradores. "Todos na empresa temos um enorme interesse por automóveis e motos ― independentemente de trabalharmos na receção ou na afinação de amortecedores". Segundo ele, este impulso e esta paixão são os fatores que motivam e e fazem progredir a empresa.

A terceira peça do puzzle é a Pirelli. A marca está no setor desde 1872 e é uma das maiores fabricantes mundiais de pneus tanto para veículos de competição como de série. O foco da empresa é fabricar pneus com os mais elevados níveis de desempenho, segurança, silêncio e aderência à estrada. Ao falarmos com Mauro Alpegiani, Engenheiro de I&D de Pneus na Pirelli, ficámos a saber que desenvolver um pneu não é tarefa fácil: alterar um parâmetro para melhorar o silêncio pode ter um efeito devastador no desempenho. Quando lhe perguntámos a que se deve o sucesso da Pirelli ao longo dos anos, Alpegiani sublinhou a importância da colaboração. "Pensamos que o desenvolvimento em conjunto com os OEM dá-nos uma enorme vantagem, uma vez que nos permite extrair o melhor do veículo", explica ele. Este foco no codesenvolvimento caracteriza o projeto de criar o pneu personalizado para o BST edition 270. "A confiança é mútua e procuramos melhorar em conjunto", esclarece Mauro Alpegiani. Além disso, o engenheiro observou muita abertura de espírito e curiosidade durante o trabalho com a Polestar. "Muitas vezes, quando se trabalha com alguns OEM, deparamo-nos com muros, mas, com o Polestar 2, divertimo-nos muito, experimentámos diferentes ideias e, sinceramente, deu-nos imenso prazer. Foi a primeira vez que tive todas estas sensações", referiu ele.

 Da mesma forma que qualquer veículo precisa de suspensão, pneus e travões, os melhores automóveis necessitam de paixão, especialização e curiosidade. São exatamente estes atributos que partilhamos com os nossos parceiros que nos permitiram criar um automóvel que verdadeiramente supera os limites da performance elétrica.

Relacionado

An overhead view of a building made of snow, with four Polestar cars nearby.

Em Rovaniemi

Ou seja em que terra for, «faz como vires fazer». São palavras sábias que qualquer viajante experiente conhece. Porém, não se trata apenas de ter um comportamento adequado quando se visita um local. Trata-se da importância de termos uma mente aberta, de estarmos disponíveis para conhecer novos costumes e de nos adaptarmos às circunstâncias. Em Português dizemos “Em Roma, sê romano”, um ditado que se refere à capital italiana, mas que também se aplica ao Norte da Finlândia. Que é para onde nos dirigimos este inverno.

Mantenha-se a par das novidades da Polestar.

As nossas newsletters são um concentrado das últimas novidades da Polestar: notícias, eventos, informações de produto e muito mais.

Subscrever
Polestar © 2023 Todos os direitos reservados
Advertência jurídicaÉticaPrivacidadeCookiesDeclaração de acessibilidade
Alterar localização: