Antes de mais nada: materiais sustentáveis

Perante um problema, muitas vezes ouvimos dizer que se deve ir à raiz da questão. A questão da reciclagem e da sustentabilidade não é diferente. As alterações climáticas não podem ser resolvidas através de soluções ad-hoc. É necessária uma reestruturação dos nossos processos de fabrico, do princípio ao fim. Os nossos automóveis começam com as matérias-primas. É por aí que temos de iniciar a nossa caminhada rumo à verdadeira sustentabilidade.

Polestar sustainable materials
Temos de começar o design olhando para o material, em vez de aplicar um material a um design.
Maria Uggla

Quando questionadas sobre a abordagem de sustentabilidade da Polestar e como podemos melhorar, Maria Uggla, Senior Design Manager, e Komal Singh, Colour and Material Designer, tiveram uma resposta clara. Em vez de adaptar materiais para se adequarem aos nossos designs, temos de criar para fazer uso de materiais sustentáveis e incorporá-los. "Temos de começar o design olhando para o material, em vez de aplicar um material a um design", diz Uggla.

Conseguir um design sustentável significa desenvolver produtos cujos materiais podem ser reutilizados repetidamente. Isto exige que elaboremos um sistema onde os materiais são emprestados e devolvidos dentro do mesmo sistema no final da vida útil dos produtos. Na essência, a sustentabilidade consiste em criar produtos que espelham ciclos de vida naturais.

Com a importância da fase de design do produto para determinar a sustentabilidade futura, temos de estabelecer um processo de design onde a sustentabilidade é central. Em vez de perceberem como reciclar um produto em fim de vida, os designers devem adotar uma abordagem proativa em que a
circularidade é uma preocupação principal na fase de design. "É preciso pensar no ciclo completo" sublinha Uggla.

01/02

The first sketches.

Assim sendo, todos os obstáculos à reciclagem devem ser contornados na fase de produção para assegurar uma circularidade total. Em vez de utilizar os resíduos como ponto de partida, o material virgem deve orientar o design. Como utilizar e projetar o material virgem para garantir que possa ser reciclado repetidamente torna-se a questão principal. Isto poderia assumir a forma de materiais que se biodegradam de volta ao ambiente, utilizando monomateriais para um percurso mais transparente de reciclagem, ou utilizando métodos de construção que permitam uma desmontagem fácil antes da reciclagem.

Embora a sustentabilidade esteja em primeiro lugar, não podemos ignorar a importância da qualidade e da durabilidade na seleção dos materiais. Quando questionadas sobre o equilíbrio entre o valor da sustentabilidade e premium e a durabilidade, tanto Uggla como Singh estavam confiantes de que um não exclui necessariamente o outro. "Penso que essa questão vem desta perspetiva tradicional sobre o que é um material premium", observa Singh. Os designers são incumbidos da tarefa de criar novos produtos premium onde o luxo e a qualidade andam de mãos dadas com a sustentabilidade. Não é uma tarefa fácil, de forma alguma, mas motiva e inspira os nossos designers. "Tratar tudo como matéria-prima e uma folha em branco é o que torna o trabalho do designer muito mais interessante", exalta Singh.

Como empresa de veículos elétricos, estamos constantemente à procura de novas e melhores formas de construir os nossos automóveis de uma forma sustentável. O objetivo é tornar os automóveis neutros em termos climáticos muito antes de se fazerem à estrada. De acordo com Uggla e Singh, a aposta está em evoluir constantemente, pois o que era certo há três anos, hoje pode já não ser. Alcançar a sustentabilidade, portanto, é um percurso definido pela constante evolução, aprendizagem e iteração frequente e regular. Isto é evidente nas
atualizações de sustentabilidade que os nossos designers e engenheiros trazem para os nossos automóveis. "Quando temos soluções melhores, certificamo-nos de que as levamos para os automóveis que estão a circular agora" afirma Uggla.

A solução para a maioria dos problemas é muitas vezes encontrada olhando para trás, começando do início. Para nós, a questão é a sustentabilidade e começa com o material. Portanto, é por aí que vamos começar.

Relacionado

Polestar 0 project.

Projeto Polestar 0: iniciar e terminar com zero

A indústria automóvel precisa de uma renovação completa. Nós temos a missão de descobrir o que ainda podemos desenvolver e o que tem de ser eliminado. Porque, a nosso ver, o novo começo da indústria automóvel inicia e termina com zero.

Mantenha-se a par das novidades da Polestar.

As nossas newsletters são um concentrado das últimas novidades da Polestar: notícias, eventos, informações de produto e muito mais.

Subscrever
Polestar © 2023 Todos os direitos reservados
Advertência jurídicaÉticaPrivacidadeCookiesDeclaração de acessibilidade
Alterar localização: