Atravessar os EUA de forma sustentável

A mobilidade sustentável é um tema complicado.

Polestar 2 from above.

A maior parte das pessoas consegue identificar áreas óbvias quando se trata de tornar as deslocações mais ecológicas. Reduzir as emissões a zero. Minimizar a utilização de combustíveis não renováveis e poluentes. Encontrar novas formas de nos deslocarmos para o trabalho, de nos movimentarmos, que não sobrecarreguem desnecessariamente o planeta onde vivemos.

Contudo, a condução diária é apenas um aspeto. A mobilidade é um dado multifacetado. Entregas aos consumidores finais, viagens aéreas intercontinentais, embarcações pessoais e viagens pela emoção da descoberta (por outras palavras, por prazer) são exemplos de áreas que exigem soluções se quisermos de facto atenuar a crise climática. E o primeiro passo para conseguir uma verdadeira mudança consiste em consciencializar mais as pessoas para as complexidades da mobilidade e para as possibilidades proporcionadas por viagens menos poluentes.

Apresentamos Florence Montmare.

01/03

Polestar 2 in desert environment.

Florence Montmare, que nasceu em Viena, foi educada na Suécia e trabalha a partir de Manhattan, é uma artista e fotógrafa cujo trabalho tem frequentemente explorado os temas do contexto, do sujeito e da identidade. Florence decidiu redefinir o significado de viajar de forma sustentável, realçando a necessidade de "recarregar e restaurar", de nos ligarmos de novo à natureza e a nós próprios para que a "mudança parta de um local onde a verdade e a energia são valores autênticos" (estamos a parafrasear ligeiramente). Assim, decidiu empreender uma viagem fotográfica que a levou de Los Angeles a Nova Iorque atravessando os estados de Novo México, Texas, Louisiana, Mississípi, Alabama, Geórgia, Carolinas, Virgínia, Maryland e Nova Jérsia, no Polestar 2 e no Polestar 1.

Com o título "Going Home" (Regressar a casa), o trabalho fotográfico transcontinental analisa tanto o impulso de explorar como a necessidade de regressar a casa, tanto na vertente física como espiritual. "Procuro contar histórias do meu foro pessoal que são específicas, mas também universais," explica Florence. "Procuro explorar de várias formas os temas do lar, da identidade e da transitoriedade, que gostaria que funcionassem como um catalisador para as fantasias pessoais do espetador."

As fantasias consistem, neste caso, em sentar-se ao volante e partir em viagem, fazendo-o sem prejudicar exatamente aquilo que se vai explorar. O compromisso de Montmare mostra que é uma situação mais do que possível. É o futuro. E se assim não for, então nada mais teremos para explorar.

A mobilidade sustentável é um tema complicado. Mas quando pessoas como Florence Montmare nos mostram as possibilidades que o mundo dos veículos elétricos nos oferecem, a complexidade começa a reduzir-se.

Relacionado

De olhos postos no futuro: Goodwood Festival of Speed

O Goodwood Festival of Speed é onde o antigo e o novo se encontram. Onde o clássico e o moderno coexistem. É uma mostra ímpar do passado, presente e futuro da cultura automóvel. Por isso, pareceu-nos melhor trazer algo novo e algo antigo especial. Algo raro e, é claro, uma história para partilhar.

Mantenha-se a par das novidades da Polestar.

As nossas newsletters são um concentrado das últimas novidades da Polestar: notícias, eventos, informações de produto e muito mais.

Subscrever
Polestar © 2022 Todos os direitos reservados
Alterar localização: